Off The Wall (Michael Jackson)

Composta por Rod TempertonOff The Wall é a faixa-título do quinto disco-solo de Michael Jackson, lançado em 1979. Esta canção possui a fórmula compasso 4 por 4 predominantemente, tendo apenas o compasso 7 em 2 por 4. É importante citar que esta gravação é iniciada no 4º tempo do 1º compasso.

No álbum Off The Wall, o baterista é John “JR” Robinson, músico que gravou sucessos como: Bad e Smooth Criminal (Michael Jackson), Express Yourself (Madonna), Change the World (Eric Clapton), We Are The World (USA for Africa), Just a Gigolo (David Lee Roth), All Night Long (Lionel Ritchie), Give Me The Night (George Benson) e The Dude (Quincy Jones), entre outros.

Nesta música, o baterista toca de maneira simples e precisa, valorizando a canção, além do arranjo, que conta com diversos instrumentos (baixo, teclados, guitarras, percussão, instrumentos de sopro, programações e vocais de apoio).

John “JR” Robinson toca praticamente toda a música ultilizando o chimbal, a caixa e o bumbo, tanto nas levadas como nos fills (viradas). Os pratos de ataque são tocados, na maioria das vezes, no início de algumas seções (compassos 10, 64, 84, 97 e 107). Além disso, podemos ouvir que um tom tom grave é tocado no fill no 1ºcompasso da música.

Na introdução, o groove de bateria (e de baixo) possui uma idéia de dois compassos, onde o chimbal é tocado em semicolcheias (single strokes), com acentos nos tempos 1 e 3 (compassos 2 a 5). O bumbo é tocado nos tempos 2 e 4. Nos compassos 6 e 7, há uma idéia similar de dois compassos, porém dois tempos mais curta. Depois disso, há uma longa preparação no chimbal, encerrada com um flam na caixa (compassos 8 e 9).

Nos compassos 10 e 11, é apresentado o groove de dois compassos que será tocado na parte A. Essa levada tem a caixa nos tempos 2 e 4, o bumbo na cabeça de cada tempo, e o chimbal em colcheias, com acentos na cabeça de cada tempo. Também notamos que o chimbal é aberto no tempo 4 do 2º compasso de cada ciclo. No último A da música (compassos 72 a 83) o groove de bateria possui uma variação de bumbo nos compassos 75 e 79.

A maior parte dos fills de Off The Wall tem curta duração (compassos 13, 25, 34, 38, 50, 59, 63, 71, 83 e 92), e muitos deles são tocados de maneira que o baterista não tenha que “desmontar” o groove completamente.

Os refrãos desta música não são idênticos, por isso optei por numerá-los em 1, 2 e 3. No refrão 1, que possui treze compassos, reconhecemos três idéias musicais distintas. Nos primeiros sete compassos, a levada possui a caixa nos tempos 2 e 4, o bumbo na cabeça de cada tempo e o chimbal (em colcheias) com acentos no contratempo dos tempos 1 e 3, além de aberturas no contratempo dos tempos 2 e 4 (compassos 26 a 32). Nos dois compassos seguintes (33 e 34) a levada muda, tendo aberturas de chimbal e pratos de ataque, reforçando a idéia rítmica da melodia principal. Essa seção é concluída com um groove de dois compassos, igual ao da parte A (compassos 35 a 38).

No refrão 2, a diferença está nos quatro compassos finais (compassos 60 a 63), que possuem uma idéia musical similar à da introdução.

O refrão 3 possui nove compassos, sendo mais curto que os refrãos 1 e 2. Para diferenciar este refrão dos anteriores, John “JR” Robinson abre o chimbal em todos os contratempos. Apesar de diferentes musicalmente, o refrão 3 e a parte B contam com a mesma levada de bateria.

O andamento (semínima = 120 b.p.m) é apenas uma sugestão, já que os músicos manipulam o mesmo de acordo com o momento em que a música está. Em entrevista à revista norte-americana Modern Drummer de novembro de 1994, o músico fala sobre tempo: “Quase todo mundo pode estudar com um metrônomo e desenvolver um tempo metronômico “perfeito”, mas não é isso que realmente faz uma música ser boa. O que importa é o relógio (pulso) interno de cada um – a noção de tempo e groove de cada pessoa.”

 Versão original de Off The Wall 

 

          

Solo de bateria de John “JR” Robinson                       Trailer do dvd Time Machine